quinta-feira, 19 de maio de 2016

O Homem e Deus.

Deus, fale comigo.
E um rouxinol começou a cantar.
Mas o homem não ouviu.
Então o homem repetiu:
Deus, fale comigo!
E um trovão ecoou nos céus.
Mas o homem foi incapaz de ouvir…
O Homem olhou em volta e disse:
Deus, deixe-me vê-lo.
E uma estrela brilhou no céu.
Mas homem não a notou.
O homem começou a gritar:
Deus, mostre-me um milagre
E uma criança nasceu
Mas o homem não sentiu o pulsar da vida…
Então o homem começou a chorar e a se desesperar:
Deus, toque-me e deixe-me sentir que você está aqui.
E uma borboleta pousou suavemente e em seu ombro.
O homem espantou a borboleta com a mão e, desiludido,
continuou o seu caminho…
Será que nós estamos preparados para perceber que
nem sempre o caminho que esperamos encontrar é o que
buscamos?
Será que não conseguimos vislumbrar outros caminhos que
Se nos apresentam no nosso caminhar pela vida,
endurecidos na desilusão de nossas expectativas?
Será que não conseguimos perceber que a felicidade está
presente em caminhos diversos, e quanto a vida é rica de
oportunidades e que Deus está presente em cada partícula
do Universo.

E mesmo assim ficamos cegos à sua presença porque sua
manifestação não é como a esperávamos?
Pensem nisso, amigos. E vamos em busca da felicidade,
que se encontra, quem sabe, onde menos a esperamos:
Dentro de nós mesmos…
Permita que Deus faça morada em seu coração, e em sua vida! Ele te ama…

Nenhum comentário:

Postar um comentário